Quem arca com a tarifa da transferência TED é quem envia ou quem recebe ?

Atualmente, para enviar dinheiro para outra pessoa, é só realizar uma transferência eletrônica, de maneira rápida e fácil. Sendo assim, não é necessário levar o dinheiro pessoalmente ou até mesmo fazendo depósitos, evitando assim a perda do dinheiro em espécie em mãos. A Transferência Eletrônica Disponível (TED) é uma transação que é processada quase que instantaneamente, se ela for realizada antes das 17 horas.

Se uma pessoa for cliente de um banco que cobre tarifas de TED e, não tenha contratado um pacote de serviços, ele terá de pagar uma taxa toda vez que fizer uma TED. O valor dessa tarifa irá variar de acordo com o banco. Exemplos: no Banco do Brasil, a TED custa R$19,05, se for feita presencialmente, mas, se for feita pelo caixa eletrônico ou pela internet, custa R$10,18.

Quem paga a TED?

A taxa de manutenção cobrada na transferência, é paga por quem a realiza e não quem recebe. Então, se por acaso o banco desconte algum valor da transferência recebida, entre em contato com o banco. Pois, esse débito é inadequado, e o titular da conta estando cientes de todas as tarifas cobradas, sabe que o recebimento de TEDs é automático, gratuito para quem recebe e não necessita ser autorizado.

Diferentemente da TED, o Documento de Ordem de Crédito (DOC) possui um limite máximo de envio de até R$4.999,99. Além do tempo de efetivação da transferência, que gira em torno de 1h, se realizada até as 17 horas.

Quais são as tarifas?

As tarifas cobradas na TED vão variar de acordo com o banco que vai realizar a transferência. Os bancos tem total liberdade para estabelecer diferentes valores, desde que não sejam absurdos. Confira a seguir as tarifas dos principais bancos no Brasil:

  • Banco do Brasil: atualmente, cobra R$ 19,05 presencialmente e R$ 10,18 pela internet ou caixas eletrônicos;
  • Bradesco: as transferências realizadas nos terminais de autoatendimento e na internet custam R$ 10,00, e as transferências realizadas pessoalmente custam R$ 18,40.
  • Caixa Econômica Federal: transferências presenciais ou pessoais custam R$ 17,50, enquanto as realizadas pela internet e caixas eletrônicos, possuem tarifa de R$ 9,50.
  • Itaú: a TED realizada pela internet e nos caixas eletrônicos é R$ 10,20, valor superior em relação aos outros bancos citados. E, a tarifa de TEDs realizadas presencialmente e pessoalmente é também a mais alta, sendo R$ 19,10.
  • Santander: as tarifas são R$ 17,40 e R$ 9,40, para TEDs realizadas pessoalmente e pela internet e nos caixas eletrônicos, respectivamente.

 

No votes yet.
Please wait...
Compartilhe

Nutricionista formada na UFRJ. Retadora do site Zcrédito, apaixonada pela leitura, pela economia e finanças.