Presidente Bolsonaro da aumento para aposentadoria em 2020, porém é o menor em 24 anos

Exatamente na terça-feira dia 14 de janeiro de 2020 o governo federal aplicou oficialmente um reajuste de 4,48% no piso da aposentadoria, em contra partida, o teto sobe para R$6.101,06. O aumento do pagamento do INSS entra em vigor a partir de segunda feira no dia 27 de janeiro desse mesmo ano. Com as novas regras de distribuição impostas, aposentados e pensionistas do instituto nacional do seguro social, em outras palavras INSS, já podem fazer um planejamento para receber os seus benefícios em respectivos direitos.

O reajuste se dá ao aumento anual do salário, de mesmo modo, naturalmente acompanha o mesmo valor do INSS. Apesar de o valor atingido ser inferior ao real valor estimado, essa mesma aplicação entrando em vigor trará um benefício estimado a milhões de segurados. Independente da redução garantida do INPC ( Instituto nacional de preços ao consumidor).

Explicação de Bolsonaro sobre o aumento

O presidente Jair Bolsonaro se posicionou sobre a posição dando a seguinte declaração: “Minha determinação é salário mínimo e o piso para o aposentado crescer no mesmo valor porque, do contrário, numa projeção não muito longa, todos estarão ganhando salário mínimo no Brasil […] Olha, eu já assinei um decreto. Eu mandei não publicar. Está faltando um pequeno ajuste junto com o TCU. Se o TCU der o sinal verde, publica com a minha assinatura. Caso contrário, publica amanhã (sexta) com a assinatura do Mourão”.

Mediante ao exposto, o presidente também fez um decreto pelo qual a contratação será priorizada a militares da reserva, pois, além de ser uma alternativa prevista na legislação, de mesmo modo evita a burocracia comumente utilizada quando se trata da contratação temporária de civis. Quando indagado sobre o mesmo, o presidente argumentou: “Porque militar da reserva? Porque a legislação garante. Se você contratar civis, para mandar embora é… Entra na justiça, direito trabalhista. Complica o negócio. Militar é fácil. Eu contrato hoje e demito amanhã sem problema nenhum. Problema zero. Essa é a facilidade. E o pessoal está clamando por aposentaria. Não é privilegiar o militar. Até porque não é convocação, é um convite. É a facilidade que nós temos nesse tipo de mão de obra”.

Segundo o secretário da fazenda, estima-se de que será preparada uma grande mudança regida pelo governo, visando assim a correção do salário mínimo, prometendo de tal forma evitar a previsão do reajuste visado para 2020.

O impacto das mudanças na Economia

O principal foco das mudanças realizadas pelo governo, não tão somente são o equilíbrio financeiro e uma manobra para correção da inflação, mas de mesmo modo, as aposentadorias, visto que ainda se propõe que todo e qualquer material ou sistema que se utiliza como benefício o INSS, possa ser computado e corroborado para fácil acesso do benefício.

Visto que as formulas de calculo da renda seja satisfatoriamente introduzido no sistema, as regras de transição não sofrerão qualquer alteração legislativa, logo que, a simulação de contagem do orgão prevê a regularização dos mesmos serviços tratando-se do dia 28 de janeiro deste mesmo ano. Em conclusão o instituto do INSS emitiu uma nita afirmando que todo benefício da previdência social carecia do novo ajuste.

 

No votes yet.
Please wait...
Compartilhe

Redator no site zCrédito, busca o conhecimento através da leitura e apaixonado pela arte da comunicação.